Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Fechar

Produção Audiovisual: conheça as áreas de atuação profissional

O setor de produção audiovisual brasileiro vem crescendo nos últimos anos. Segundo a Agência Nacional do Cinema (Ancine), o crescimento do setor em 2017 foi de aproximadamente 10% em relação ao ano anterior, alcançando um faturamento de R$ 55,4 bilhões.

Esse é um campo de trabalho amplo e que ainda está em expansão. Vale a pena ficar de olho! Continue a leitura, e saiba mais sobre a atuação do profissional de produção audiovisual.

A produção audiovisual no Brasil

Nos últimos anos, o segmento de produção audiovisual passou por inúmeras transformações. Além de atrair um maior número de profissionais especializados, incentivou o investimento nacional e produziu uma maior quantidade de obras audiovisuais.

O crescimento na produção se deu, em grande parte, graças ao auxílio da Lei Federal 12.485/2011, que estipulou o cumprimento de cotas, com a inclusão de obras brasileiras na programação dos canais de TV por assinatura.

produção audiovisual

Mercado de trabalho

Segundo o estudo “Emprego no setor audiovisual”, elaborado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e divulgado pela ANCINE, o segmento audiovisual com maior nível de geração de empregos é a TV aberta. Ela abocanha, sozinha, 54% das contratações do mercado.

Ainda de acordo com os dados desse estudo, são mais de 26 mil postos de trabalho no país, com 61% dos empregos da região Sudeste, 14% no Nordeste, 12% na região Sul e 6% no Norte. Existe, também, uma grande diversidade de áreas de atuação para o profissional desse setor, podendo ele exercer funções nas esferas de:

  • captação de recursos
  • cenografia
  • criação de programas
  • desenvolvimento de filmes com técnicas de animação
  • direção de programas e equipes de produção
  • produção de documentários jornalísticos e artísticos
  • edição
  • elaboração e produção de conteúdos publicitários
  • figurino
  • finalização
  • fotografia
  • iluminação
  • operação de equipamentos de áudio e vídeo
  • planejamento de grades televisivas ou radiofônicas
  • redação de roteiros e sonorização.

O mercado de trabalho desse profissional inclui agências de marketing e de publicidade, cinematecas, museus de imagens e sons, rádios, televisões abertas e fechadas, centros de documentação privados e estatais, empresas de eventos, produtoras audiovisuais e provedores de conteúdo digital.

Salário produtor audiovisual

De acordo com o Site Nacional de Empregos (SINE), a média salarial do tecnólogo em produção audiovisual varia de R$ 1.1121,41, como trainee em empresas de pequeno porte, a R$: 4.626,91, como master em empresas de grande porte.

Já o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Cinematográfica e do Audiovisual, dos Estados de São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins e Distrito Federal (Sindicine), de acordo com convenção coletiva de 2018, aponta o piso salarial de R$ 1.138,50 para as funções técnicas na área audiovisual e publicitária.

O curso de produção audiovisual

O curso técnico em produção audiovisual tem duração de dois anos e é focado na prática da profissão, com destaque às disciplinas que visam as principais necessidades do mercado de trabalho. Entre as matérias da matriz curricular podemos destacar direção de fotografia, edição efeitos e animação e produção para Web. O curso proporciona ao aluno a oportunidade de produzir conteúdos para veiculação em cinema, TV, internet ou circuito fechado.

Não há muitos cursos que abrangem a área no Brasil e, por isso, se especializar é uma grande vantagem competitiva. A Faculdade Eficaz, em Maringá, é a única instituição de ensino superior que oferece a graduação em Produção Audiovisual.

Se mesmo depois de todas essas informações você ainda tiver dúvidas sobre qual carreira seguir, continue acompanhando nosso blog e veja outras dicas para escolher a profissão ideal para você!

Esse conteúdo foi útil?
3.56 avg. rating (72% score) - 9 votes

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe esse artigo